A tradição do mergulho gelado no primeiro dia do ano na Holanda!!

Mostrar todos os posts com etiqueta |Lifestyle

Como é de praxe, no dia 1 de Janeiro, os holandeses vão a praia dar o primeiro mergulho (gelado) do ano, esta prática é chamada de nieuwjaarsduik, digo “gelado”, porque nesta altura as temperaturas estão muito baixas, por volta de 2 graus ou menos e nem por isso os intimida! O objetivo deste ritual é de renovar as energias para o novo ano que acaba de começar.

Este ano, esperava-se entre 52.000 a 60.000 mergulhadores, isso falando no geral de todos os 132 locais de mergulho na Holanda, um dos mais escolhidos pelos fanáticos é a praia de Scheveningen que fica na costa ste do país e Zandvoort, também uma cidade costeira holandesa a oeste de Amsterdam. Segundo as pesquisas feitas pela Unox, empresa esta que organiza este evento todos os anos juntamente com a Fundação de Mergulhos do Ano Novo, em conjunto criam condições para que os participantes após o mergulho tenham algo quente para ingerir de modo que voltem a recoperar rapidamente a temperatura normal do corpo, como: toalhas grossas, sopas, chocolate quente e outras bebidas quentes, e há sempre uma banda escolhida pelo público por lá a tocar.

A Fundação de Mergulhadores disse que “o número de participantes cresce um pouco a cada ano”.

O fundador do primeiro mergulho do ano novo holandês foi o treinador de natação, Van Batenburg, de 87 anos em 1960.

Assista o vídeo!!

Se achou o conteúdo útil para si, deixe um comentário!

Beijokas 😘😘

As casas flutuantes na Holanda

Holanda é um país muito pequeno, faz fronteira com Alemanha e Bélgica. Para ter uma ideia, a distância do Norte (Groningen) ao Sul (Maastricht) é de 300 quilômetros e de Este (Enschede) a Oeste (Den Haag) é de 200 quilômetros. Muito pequeno! Para além disso, uma grande parte do país está abaixo do nível médio das águas do mar.

Bem, não quero aqui falar da geografia dos Países Baixos, muito pelo contrário, o meu objectivo aqui é falar das famosas casas flutuantes, que é, entretanto, o correspondente ao tema deste post!

Vamos começar??

Mas afinal, o que são casas flutuantes? 

Depois da 2a Guerra Mundial,  a demanda por casas era tão grande que para responder as necessidades dos holandeses, criou-se uma solução inovadora que veio com o tempo a tornar-se uma tendência crescente e uma das mais tradicionais formas de vida na Holanda. Naquela altura, as famílias da classe trabalhadora não tinham meios  de pagar a renda, e passaram a morar em barcos velhos que estavam ancorados nos canais ou tinham que ir morar nos barcos que estavam ao pé do cais, e dessa forma, praticamente nada pagavam para lá ficar. Mais tarde, a popularidade das casas flutuantes refletiu o despertar da beleza das águas que estavam esquecidas, como consequência, o valor das casas flutuantes começou a ser elevado.

Os holandeses dizem “Deus criou o mundo, mas nós criamos à Holanda” , Holanda foi um dos pioneiros na recuperação de terra. Durante séculos, os nativos trabalharam arduamente para secar uma parte do mar, rios e lagos, para que se podesse construir novas cidades na Holanda e/ou para expandir cidades já existentes. Não é segredo que os Paises Baixos tem um histórico invejável quando se fala no sistema de diques e controle de água. Por já terem passado por várias situações de inundações resultantes de várias mortes, ninguém melhor, sabe o perigo que a água pode causar se não estiverem devidamente preparados para conter as águas fora do continente.

Existem dois tipos de casas flutuantes, houseboats e floating houses. O primeiro tipo: “Houseboats” são barcos atracados para uso como habitação. Estes foram usados antigamente como barcos de comércio. Ainda se pode encontrar alguns com mais de 100anos nos canais. O segundo tipo: “Floathing Houses” são casas construidas sobre a água e parcialmente submersas.

FLOATHING HOUSES

b9627181-a02b-4c23-8fd4-fc9caebb237e.c10b374a37d-29e3-4e00-a709-6f4240ade433.c10

Existe um mais recente bairro no distrito em Amsterdam chamado IJburg que é composto somente por casas flutuantes parcialmente submersa. Estas casas não só são baratas se compararmos com apartamentos no centro de Amsterdam,  são também são sustentáveis.

HOUSEBOATS

image-462769-860_poster_16x9-csiy-4627691537_image_1

Os houseboats são considerados uma atração, porque são coloridos, alegres e cheios de charme! Hoje em dia existem muitas casas flutuantes para arrendar, de todos os gostos, tipos e tamanhos.  Já pensou passar uma noite num destes barcos e acordar com  o qua qua dos patinhos à janela?  Deve ser uma experiência única!!

Total dos Houseboats por toda Holanda 》 100.000

Em Amsterdam 》 2500

Nos aneis dos canais em Amsterdam 》 750

Não se limite só em passear por Amsterdam para encontrar casas flutuantes para vêr ou arrendar, no norte da Holanda, em Utrecht, Haarlem e em Rotterdam também se pode vêr ou arrendar casas muito giras.

Os barcos mais modernos chegaram nos anos de 1960-1970 e comparando estes com os antigos, estes já não eram assim tão desconfortáveis porque já supriam muitas das necessidades básicas que os antigos não agregavam.

Já pensou, como seria  morar num barco?? Ahh deve ser divertido! Mas claro, tem vantagens e desvantagens! 

HOUSEBOATS ANTIGAMENTE

▪ Eram muito pequenos, sem condições para habitação

▪ Não tinha água canalizada, não tinha sistema de esgoto e não tinha eletricidade

▪ Eram muito escuro e frios por dentro, o barco tinha que produzir a sua própria           eletricidade, no qual queimavam madeira ou óleo.

▪ Não havia sistema de circulação do ar lá dentro, logo, o ar era muito pesado

▪ Era para pessoas com baixo rendimento

HOUSEBOATS HOJE 

▪ É para pessoas com alto rendimento

▪ Tem sistema de aquecimento central

▪ São maiores e mais espaçosos por dentro com divisões normais de uma casa

▪ Tem sistema de circulação do ar

▪ Oferece ótimas condiçoes para habitação

▪ Hoje já se pode vêr houseboats  de luxo com jacuzzi, terraço e tudo que você possa imaginar

126_2160x1440120297507pbs1975b3574d7_z6000985075_660d3dea75_bcanal-barge-houseboat-in-amsterdam-ldk1-via-smallhouseblissrealworks_0d6f60cd2d2a72acb3f14a71e387ef56_1516579200000realworks_b7b4fe5f8946d2d71437e8fa974b48e1_1507766400000

Regras importantes

▪ A cada 4anos o barco tem que ser rebocado às docas para ser inspecionados

▪ Tem que se ter a permissão especial “ligplaatsen” para se poder morar num destes  houseboats, e é muito difícil conseguir porque há muita gente na lista de  espera,  não que seja impossível

Houseboat Museum

Foi construido em 1914 e desde então, até 1960 este barco transportava areia. Logo depois foi convertido para houseboat no qual mantém a aparência antiga até os dias de hoje.

O museu foi criado em 1997 por Vicente Van Loon, localiza-se no barco denominado “Hendrika Maria” que se pode encontrar no coração de Amsterdam – Prinsengracht, próximo a casa de Anne Frank e Leidseplein (locais conhecidos).

É permitido fotografar, e não só, lá existe uma área onde pode deixar as crianças a brincarem enquanto faz a visita pelo museu. O Hendrika Maria tem hospedado pessoas a mais de 20 anos.

Horários: Aberto ás 10:00 -17:00  de Terça-feira a Domingo, no verão aberto todos os dias

Morada: Prinsengracht 296K, 1016HW – AMSTERDAM

Website: www.houseboats.nl

Preços para adultos: € 4.50

Perguntas frequentes

* Como é abastecido com àgua e eletricidade?

* Para onde vai a água usada?

* Não é frio, escuro e húmido à bordo?

Espero que o conteúdo tenha sido útil para si!!

Obrigada a todos que me deram suas sugestões para o presente conteúdo, do mesmo modo, para conteúdos futuros.

😘

As 6 mais surpreendentes Bibliotecas na Holanda

Mostrar todos os posts com etiqueta|Lifestyle

Desta vez,  eu decidi escrever e explicar um pouco a cerca das Bibliotecas que considero as mais surpreendentes  na Holanda, porque a minha última visita  à biblioteca deixou-me extremamente impressionada!!

Já esteve em alguma biblioteca, que à entrada você não consegue dizer nada mais senão…  WOW?! Seja qual for a sua resposta, eu acredito que ainda lhe posso surpreender!!

Veja o que vem a seguir…

 

       | Rotterdam Central Library

 

A biblioteca central de Rotterdam, está situada no distrito de Laurenskwartier, no centro da cidade de Rotterdam. Em 1983 a Biblioteca foi transferida para um dos mais modernos e controversos prédios, em termos de design (na altura), que ainda continua a ser a morada actual.  A Biblioteca possui uma das maiores  colecções de discos da Europa. A distância entre a estação  Blaak (de metro e comboio) é de 2minutos a pé e arredores tem o MarkthalKipstaat e parque de estacionamento.

Designers:  Iris Van Den Broek e Bakema

Transmite a ideia:  do centro de Pompidou em Paris

Horários: aberto Segundas-feiras dás 13:00 horas às 20:00 horas – 3a feiras e 6afeiras dás 10:00 horas às 20:00 horas – aos Sábados dás 10:00 horas às 17:00 horas – aos Domingos dás 13:00 horas às 17:00 horas

Morada: Hoogstraat 110, 3011 PN – Rotterdam

Website: www.bibliotheek.rotterdam.nl

 

StudioDAT_Bibliotheek-Rotterdam_interieur-kopiehal-centralehistorie-centrale-bibliotheek-03-1marieke-odekerken-expo-bibliotheek-024 R1 142

 

       |Rijsksmuseum Research                                     Library

 

O Rijksmuseum Research Library tem a mais extensa biblioteca da história das artes na Holanda, com o objectivo de prover informação documental para dar suporte a missão do Rijksmuseum.  As principais prioridades do Rijksmuseum são história de pinturas, desenhos, gravuras, esculturas e artes decorativas da Europa Ocidental na idade média. Outras prioridades são a história de fotografias, iconografia, miniaturas indianas, pinturas chinesas, estampas e esculturas japonesas.

Horários: aberto de Segunda-feira a Sábados entre ás 10:00 horas às 17:00 horas

Morada: Museumstraat 1, 1071 CN Amsterdam

Website: www.library.rijksmuseum.nl

 

depositphotos_48500809-stock-photo-library-in-rijksmuseum-at-amsterdam16041258487_f3e93c05e0_b6b183b7b1e3b43db22e68f18fbd80ebe8660691126_898365a329_b

            | Spijkenisse Public Library                                 Fundation

 

É conhecida como De Boekenberg   que significa “a montanha de livros”, que com certeza, vale muito a pena escalar. Spijkenisse é uma cidade que fica no sul da Holanda, tem uma área de 30.27km2, no qual 4.12km2 é composto somente por água. Na Boekenberg você pode descobrir muita coisa nova, pode relaxar, lêr um livro, melhorar o seu desenvolvimento pessoal e encontrar pessoas. Durante o ano, são organizados mais de 350 actividades como workshops, exibições, debates e muito muito mais.  Se quiser saber um pouco a cerca da história local de Spijkenisse, este é o lugar ideal.

Horários: aberto de Segunda-feira a 6feira dás 10:00 horas às 17:30 – aos Sábados dás 10:00 horas às 16:00 horas – fica fechado no primeiro Domingo do mês

Morada: Markt 40, 3201 CZ – Spijkenisse

Websites: www.doboekenberg.nl

 

9463058118_3ea405d64c_b14412693337_a7b61502dc_b9463057934_100052f645_b9456569921_a71c7c213d_bbook-mountain-spijkenisse-1[2]

 

             | Tu Delft Library

 

Está localizada na biblioteca (pública) da Universidade de Enginharia e Tecnologia (considerada uma das melhores no mundo),  em Delft (situada no sul da Holanda), é a maior e a mais antiga do país.

Colecções:

> Livros inpressos – mais de 703.000

> E-books – mais de 142.000

> Dissertações – mais de 91.000

> Jornais – quase 50.000 incluindo 19.000 E-jornais

> Base de dados – 215

Horários: aberto de Segunda-feira  a Domingo dás 08:00 horas às 20:00 horas 

Morada: prometheusplein 1, 2628 ZC – Delft

Website: www.tudelft.nl

 

 

JHH_3942-1TijdschriftenBib_8388 (2)21684846303_ddaa59d7f3_btu-delft-library-netherlandsTU Delft_7

 

       | Ets Haim

 

Esta é a mais antiga biblioteca judaica ainda em funcionamento no mundo. Fundada em 1616, serviu como alojamento em complexo histórico a  comunidade de judeus Portugueses em Amsterdam desde 1675. É conhecida desde então como Ets Haim/ Livraria Montezitos. 

Horários:  aberto de Segunda a Quinta-feira entre ás  10:00 horas  às 16:00 horas

Morada: Mr. Visserplein 3, 1011 RD – Amsterdam

Website: www.etshaimmanuscripts.nl

 

Ets_Haim_Libraray_007_Photo_by_Ardon_Bar-Hama-1LR_007_600NF901091_0LR_007_565N034 - afb.02_F901069

Ets_Haim_Libraray_004_Photo_by_Ardon_Bar-Hama-2

 

          | De Bibliotheek Eemland

 

A biblioteca de Eemland é pública, situa-se em Amersfoort, na província de Utrecht (é a quarta maior província da Holanda, localizada no centro do país e com uma população aproximadamente a 345,000 habitantes), tem um acesso de alta qualidade de informação, educação e cultura. A Biblioteca de Eemland, estimula e facilita os diferentes grupos sociais na aprendizagem ao longo da vida, na tomada de decisões e no desenvolvimento cultural. Toda gente pode ter acesso a informação que lá se encontra.

Horários: aberto de Segunda a Sexta-feira dás 09:00 horas às 21:00 horas –  aos Sábados dás 09:00 horas às 17:00 horas – aos Domingos dás 13:00 horas às 17:00 horas

Morada: Eeimplein 71, 3012 EA Amrsfoort

Website: www.bibliotheekeemland.nl

 

160913-CDN_3956-small14125532746_1f01fdca6a_bEemhuis, Amersfoort, Neutelings Riedijk architectenimg_3266-1.jpgVWF5650

 

Espero que o conteúdo tenha sido útil para si.

😚

 

A política de tolerância às drogas na Holanda

Mostrar todos os posts com etiqueta|Lifestyle 

a28ec34e-dfd8-4438-b210-0cefdfa1cba5-large16x9_Marijuana

Ao contrário do que muita gente pensa, o uso de cannabis na Holanda é ilegal!!  Sim, também fiquei surpresa quando soube, porque eu também não fazia ideia!

Na classificação das drogas, segundo o critério Holandês, cannabis faz parte das drogas consideradas leves (de menos risco). Prepare-se porque este tema é um pouco complexo e muito polêmico!

Até hoje ainda não existe nenhuma lei em vigor, que permite o uso de cannabis, apesar dos coffee shops (estabelecimentos públicos, onde se pode comprar e consumir) venderem (abertamente ao público) cannabis e derivados.

O Governo  holandês decidiu tolerar (não é legalizar) o uso de cannabis, e por isso desenhou esta política denominada “gedoogbeleid” que significa: política de tolerância, juntamente a esta (política) obviamente que vieram alguns termos e condições restritos tanto para os coffee shops, como para os consumidores.

coffeeshop-marihuana-old-amsterdam

Coffee Shops

Os coffee shops não são tecnicamente legais, mas eles tem a autorização para venderem (cannabis e derivados), isso não significa que eles podem fazer o que quiserem… Confira aqui abaixo alguns pontos relacionados ao funcionamento dos coffee shops:

* Só é permitida a entrada de maiores de 18 anos.

* Tem a permissão para vender no máximo 5gramas por pessoa, por dia.

* Só podem vender drogas leves (cannabis, haxixe, etc).

* Não podem fazer publicidade das drogas que vendem.

* Não estão autorizados a produzir a sua própria droga (para vender),  tem que comprar de terceiros.

* São rigorosamente inspecionados para garantir o devido consumo e venda (de acordo com os termos e condições exigidos).

* Nao vendem álcool, somente refrigerantes e bebidas quentes (chá e café).

* Tem a permissão para terem um menú de informação, para que os clientes possam saber o que está disponível.

Em Amsterdam existe em média 175 coffee shops, e é a cidade com o maior número na Holanda e o Hash Marihuana & Hemp Museum. Mais ou menos 25 a 30 porcento dos turistas que vem  para  Holanda, dão uma passadinha pelos coffee shops, uns por curiosidade (que matou o gato) e outros para o consumo das drogas leves. O problema é que, este tipo de “turistas” que vem para um fim de semana e com a finalidade de conhecer os coffee shops e passar o fim de semana lá (literalmente), muita vezes não tem interesse nenhum em conhecer a cidade e as suas atrações, são os mais barulhentos, desordeiros e não tem o devido cuidado com o lixo. Se estão nas tintas… não querem nem saber… é aquela mentalidade… estou cá só por dois dias, depois vou me embora e o pessoal que fica cá, que se vire! Muitas queixas são feitas pelos moradores no centro de Amsterdam e as autoridades  dizem que estão a estudar uma forma para barrar este tipo de “turistas“. Como é que vão conseguir fazer isso? Gostaria eu saber! Mas os Amsterdammers (os que moram em Amsterdam) estão cheios de esperança e mal podem esperar. 😊

 

cannabis-and-smoke-3-nuggets-of-marijuana-glass-jars-prescription-bottles-and-rolled-joints-on-a-table-puffs-of-smoke-being-blown_41v_kpzs__F0000.png

Cannabis nas ruas 

Não é comum vêr-se o Holandês a fumar nas ruas (eles preferem uma biertje = uma cervejinha), a maior parte das vezes quem o faz são os turistas que já vem com a mentalidade de que tudo aqui é legal (mesmo não sendo legal fumar nas ruas). Se um polícia por acaso parar alguém que tenha um porte de 5gramas ou menos, nada vai acontecer! Se calhar, ele até diga, que por lei não é permitido fumar nas ruas, nada mais do que isso (um puxão de orelha). Mas pelo que eu vejo nas ruas, as pessoas respeitam, talvez pelo facto de já existir esta tolerância e claro, por existir também uma lei que mediante o seu incumprimento vem sempre gerar uma sanção.

A política

 > Reduzir a procura por drogas

 > Reduzir o fornecimento de drogas

 > Reduzir os riscos aos usuários e a sociedade

Assim que o Governo holandês apercebeu-se que não consiguiria vencer a luta contra às drogas, decidiu tolerar o seu uso, porque pelo menos assim ninguém precisa de traficar visto que está acessível a todos… mas atenção, não quero com isso dizer que não existem traficantes na Holanda, mas com certeza que o número deve ter reduzido consideravelmente desde a data em que implementaram esta política até então, e a  polícia agora está mais focada no combate às drogas pesadas.

 

Espero ter esclarecido algumas dúvidas!

 

Uma beijoka grande 😊

Top 7 das melhores gelatarias na Holanda

Mostrar todos os posts com etiqueta|Lifestyle

20180808_181157_0001917156776.png

Com as temperaturas altas e diante da onda de calor que tem feito estes dias, não tem como não pensar num bom gelado, aliás, um gelado é indispensável! E se for daquelas lojas favoritas ahhh melhor ainda… E para acrescentar, os gelados são feitos da forma mais natural possível e dependendo do sabor, pode ser zero corantes, conservantes, glúten e lactose. Cada loja tem o seu toque, estilo, sabores, receitas e segredos diferentes, mas para mim, estas são as melhores até então!

☆  IJSCUYPJE

20180808_192817

 

Esta loja faz parte da lista das queridinhas na Holanda, principalmente em Amsterdam. O pessoal é super simpático, não desmerecendo (os funcionários) das outras  lojas, mas há aqui qualquer coisa que faz com que as pessoas voltem sempre… A Ijscuypje tem um total de 15 lojas em Amsterdam e arredores  e obviamente com isso, inúmeras quantidades e variedades de gelados e sabores. Os mais populares são: framboesa, mandarina, kiwi, manga, mirtilo, frutos silvestres, maracujá e muito mais.

Morada: Eerste Van Der Helststraat 27, 1073 AC Amsterdam

Horário: aberto de Segunda a Domingo das 12:00 às  23:00

Website: ijscuypje.nl

URBAN CACAO

LRM_EXPORT_20180808_171945 (2)

Já esteve num mundo de chocolate? Se nunca, então tem que conhecer esta loja, não só pelos chocolates, mas também pelos gelados que são muito bons e só são vendidos no verão. A Urban Cacao produz o seu próprio chocolate no centro de Amsterdam. A loja é chamada de gelataria, pastelaria, chocolataria e cafetaria. Tenho a certeza que vai adorar a experiência. Vale a pena!

Morada: Huidenstraat 30HS, 1016 ET Amsterdam

Horário: aberto de Segunda a Sábado das 10:00 às 18:30 e aos Domingos das 12:00 às 18:00

Website: Só Facebook

VENETIË IJS

LRM_EXPORT_20180808_192031

Loja italiana, também aberta só no verão e com gelados saborosíssimos. A decoração da casa, a simpatia e o traje do staff tem algo de muito especial, não me pergunte porquê, porque nem eu faço ideia… mas gosto muito!

Morada: Scheldestraat 68, 1078 GM Amsterdam

Horário : aberto de Segunda a Sexta da 13:00 a 00:00

Website: Só Facebook

METROPOLITAN DELI

dessert-gelato-ice-cream-3631-1

A Metropolitan não é somente uma loja  de gelados, também é pastelaria, café  e é um ótimo lugar para tomar pequeno almoço, mas vamos focar aqui nos gelados… Estes são alguns dos sabores que mais fazem sucesso na Metropolotan: mojito, melão, frutos vermelhos, ananás, cocktail e alcaçuz (regaliz).

Morada: Warmoesstraat 135A, 1012 JB Amsterdam

Horário: aberto de Segunda a Domingo das 09:00 às 22:00

Website: www.metropolitan.nl

TALAMINI

Tem como especialidade: pistache, banana, morango, vanila, limão, chocolate, mocca, yogurte, stracciatella e avelãs. Os gelados da Talamini tem um toque italiano especial e são muito autênticos.

Morada: Willemstraat 12, 2282 CC Rijswijk

Horário: aberto de Segunda a Sexta das 12:00 às 22:00, aos Sábados das 12:00 às 22:00 e aos Domingos das 13:00 às 22:00

Website: www.talaminirijswijk.com

YOYO’S ICE CONER

6bb74429dcc29d1f133621251cf6a838

Os gelados da Yoyo’s tem um diferencial, são caseiros! A especialidade da loja é de gelados e yogurtes congelados.

Morada: Rijstraat 58B, 1078 BZ Amsterdam

Horárioaberto de Segunda a Domingo das 12:00 às 22:00

Websitede momento sem website – só Facebook

HET ITALIAANTJE

2af212430b906862ba811f6d331cb851

E por último, mas não menos importante, temos o Het Italiaantje que de uma forma super informal servem sumos naturais, cafés, sandes e gelados, este é um espaço muito descontraído e nesta altura do ano a maioria dos funcionários são estudantes que estão de férias da escola.

Morada: Stationstraat 35, 1211 EL Hilversun

Horário: aberto Segundas e Domingos das 12:00 às 20:00

                              Terças e Quintas entre ás 10:00 às 20:00

                              Quartas e Sábados entre ás 09:00 às 20:00

Website : de momento sem website – só Facebook