O Festival Eurovisão da Canção 2020

Mostrar todos os posts com etiqueta |Lifestyle

Criado em 1956, o Festival Eurovisão da Canção é um dos festivais com mais peso na Europa, acontece todos os anos, sendo sempre organizado por países diferente, já que a regra é clara: o país que ganhar o concurso no ano presente, automaticamente fica indicado para organizar o festival do ano seguinte, no seu país de origem. Neste corrente ano (2019), o festival decorreu em Tel Aviv, Israel, e para o ano de 2020 será a Holanda a organizar (na qualidade de vencedor. E os preparativos já começaram no dia 19 de Maio deste ano) a organizar pela quinta vez o Festival Eurovisão da Canção, que irá acontecer na cidade de Rotterdam e precisamente no centro de convenções Rotterdam Ahoy, o complexo consiste em 3 locais principais: sala de ferias e eventos, um centro de congresso e conferências e Arena Ahoy.

Rotterdam Ahoy

Endereço: Ahoyweg 10, 3084 BA – Rotterdam, Holanda

Lugares para sentar: 16.426 – Ahoy Arena

6.000 – Club Ahoy

4.000 – Teatro

Espaço Total: 54.000m2

Piso de salão de exposição: 32.230m2

Parque de estacionamento: 2.000 espaços

Cada país participante tem de ter obrigatoriamente uma estação televisiva que esteja integrada na União Europeia de Radiodifusão, para que esta possa transmitir o festival em directo.

A ideia surgiu do jornalista Marcel Bezençon, que inspirou-se no foramato de Festival de Sanremo, realizado em Itália desde 1951. O nome Eurovisão, surge da cadeia de televisões que integram a União Europeia de radiodifusão e que actualmente regista uma audiência de 1/6 da população mundial. Inicialmente, o concurso pretendia ser o reflexo de uma Europa unida e cresceu nessa tradição pan-europeia, entretanto, nos dias de hoje qualquer membro da EBU (European Broadcasting Union – União Europeia de rádiodifusão) pode participar no concurso, mesmo que não seja um país europeu.

Desde o inicio do concurso, mais de 50 países já participaram, pelo menos, uma vez!

Número de canções

Na edição de 1956, os países participantes poderiam cantar 3 canções (de 3 minutos e meio para cada uma delas), contudo, no ano seguinte, a EBU viu-se obrigado a reduzir o número das canções para 1 por país.

Cantores

As regras que vigoram actualmente, dizem que em palco só podem estar no máximo 6 pessoas em palco para cada atuação realizadas. Os participantem tem de ter mais de 16ano.

Idiomas

Actualmente a maior parte dos países, prefere usar a lingua inglesa, por ser uma lingua franca mundia, com o objetivo de que a sua mensagem chegue a todos e seja universalmente entendida. Mas ainda existem países que continuam a usar as suas próprias línguas como o caso de : Portugal, Espanha, França, Andorra, Itália, Sérvia e Israel.

Espero que este conteúdo tenha sido útil para si.

😊😙

A maior garagem de bicicletas do mundo abriu em Utrecht-Holanda com 12.500 espaços de estacionamento!

Mostrar todos os posts com etiqueta |Lifestyle

Utrecht, é conhecida como a cidade mais antiga da Holanda, situada no coração do país, esta ocupa o 4° lugar na lista das maiores cidades. É famosa por ser a cidade da Cultura e do conhecimento, pois é em Utrecht onde está localizada uma das Universidades mais conceituadas da Holanda (Universidade de Utrecht), a Torre Dom (a maior e a mais antiga torre de igreja nos Países Baixos), os canais, museus e muito mais…

A MAIOR GARAGEM DE BICICLETAS DO MUNDO

A garagem de Utrecht abriu na segunda-feira com 12.500 espaços de estacionamento, incluindo 480 espaços com larguras maiores para outros tipos e modelos diferentes de bicicletas, sendo assim, os números não deixam mentir e, concerteza que esta garagem tornou-se a maior do mundo, batendo o anterior recorde mantido até pouco tempo pela garagem de bicicletas de Tokyo na qual tem somente 9.400 espaços estacionamento.

Os ciclistas com deficiência e os com assinatura, poderão estacionam ao lado da ciclovia principal, já os demais podem optar por uma rampa lenta para o primeiro piso ou para o porão e estacionar lá as suas bicicletas.

O estacionamento foi gratuito durante às primeiras 24horas, depois passou a custar 1,25 euros (24horas).

Já aconteceu várias vezes de me esquecer aonde tinha estacionado a minha bicicleta e ter que perder tempo a andar à procura dela, nesta garagem isto não irá acontecer, porque esta já foi projectada para suprir certas lacunas que as garagens normais (antigas) ainda apresentavam e o diferencial é que existem lá sinais electrónicos para indicar espaços livres, e não só, também pode-se vêr números “grandes” escritos no chão, ou perto das cremadilhas, para ajudar-nos a identificar as nossas bicicletas.

A garagem foi desenhada para que todos passamos nos sentir seguros, afinal a segurança está primeiro lugar certo? Com isto, uma série de facilidades foram apresentadas neste novo conceito moderno de “estacionamento de bicicletas” : há luz em toda parte, facilitando o alcance a todos os níveis e ângulos da garagem e além disso, o espaço é todo vigiado por câmeras.

Espera-se que na maior garagem de bicicletas do mundo, todos os lugares sejam ocupados rapidamente e para fazer face a tanta demanda, posssivelmente ser necessário mais de 30.000 espaços nas imediações da cidade de Utrecht (neste momento existem 22 mil espaços de estacionamento pela Utrecht inteira).

Depois diz-me o que achou deste conteúdo.

Uma beijoka 😘

O jardim de flores mais belo do Mundo!

Mostrar todos os posts com etiqueta | lifestyle

Se estava a espera de uma razão que o/a levasse a visitar os Países Baixos, então, aqui está!!

Keukenhof, não só é o jardim de primavera mais bonito do Mundo, como também é, o maior jardim de flores do Mundo. É conhecido por receber visitantes do mundo inteiro. Conta com mais de 7 milhões de flores como: tulipas (o dia Nacional da tulipa, é celebrado todos os anos no terceiro Sábado do mês de janeiro), narcisos, jacintos formando campos com mais de 32 hectares de cores vibrantes! Visitar o Keukenhof vai garantir-lhe uma experiência inesquecível para vida, e não só, também vai poder fazer fotografias fantásticas, só não se esqueça de se divertir porque é essa a ideia principal!

Fotos: Nilza Monteiro

Todos os anos, o jardim tem um tema diferente e o tema deste ano é ” Flower Power”.

Dentro do Keukenhof existem 3 pavilhões denominados: Oranje Nassau Beatrix e Willem-Alexander (assunto para outro post). Nestes pavilhões há sempre várias exibições de outras flores e plantas com a opção de venda das mesmas ao público em geral, entretanto, se quiser comer ou beber qualquer coisa por lá, também há lojas, cafés e WC’s (para saber mais veja o mapa abaixo).

Foto: Nilza Monteiro

Morada:

Stationsweg 166A, 2161 AM – Lisse – Países Baixos (Holanda)

Foto: Nilza Monteiro

Por quanto tempo o jardim estará aberto ao público?

Por se trata de um jardim de primavera, o período de abertura será de 59 dias, relativamente maior a do ano passado. No ano passado foram 53 dias, isso quer dizer que este ano há mais uma semana de bônus para quem tiver interesse em visitar o famoso Keukenhof.

Datas: 21 de Março – 19 de Maio de 2019

Foto: Nilza Monteiro

Como chegar?

De Amsterdam para Keukenhof, o melhor caminho é via Schiphol Aeroport (aeroporto de Amsterdam, o maior do país), de qualquer estação em Amsterdam o tempo de viajem é de praticamente 15-25 minutos de comboio (Saber mais no mapa abaixo).

Qual é o tempo de duração da visita?

Se quiser explorar o jardim de Keukenhof com calma, eu acho que no mínimo 3horas serão necessárias. Você pode sempre comprar os bilhetes online ou na bilheteria assim que chegar, mas tenha atenção aos horários porque só vendem bilhetes até as 18horas.

Horário de funcionamento : entre as 8:00 até às 19h:30

Preços : Adultos – € 17,00

Crianças (4anos -17anos) – € 8,00

Grupos (a partir de 20 pessoas) – € 14,75

Parque de estacionamento – € 6

Onde deixar as crianças?

Para as crianças há um grande parque infantil, um jardim zológico e outras modalidades de entretenimento como a caça ao tesouro (saber mais no balcão de informações) e labirinto, tudo isso espacialmente feito a pensar nos pequeninos. 😊

É acessível aos deficientes em cadeira de rodas?

Sim, é acessível aos deficientes em cadeira de rodas e igualmente aos WC’s. À entrada há sempre cadeiras de rodas disponíveis para quem precisar, pode-se encontrar cadeiras normais e elétricas.

O que mais pode-se fazer no Keukenhof?

Há sempre vários eventos e atividades, você pode arrendar uma bicicleta à entrada e ir fazer um passeio nos campos de bolbos (tem uma vista espetacular) ou pode fazer um passeio guiado de barco dando a volta ao Keukenhof inteiro, a viajem de barco tem a duração de 45minutos e os bilhetes são comprados junto ao moinho de vento (Mill), onde é o ponto de partida do barco e bem aí ao pé, existe um pequeno espaço para pic-nic’s. Veja o mapa 👇

Vale a pena visitar o Keukenhof?

Vale sim, vale muito a pena conhecer este lugar cheio de magia e romantismo. Prometo que não se vai arrepender!

🌷🌷

Espero que este conteúdo tenha de alguma forma transmitido valor para si, porque este é o meu objetivo.

Beijokas 😘

As melhores lojas de roupa Vintage em Amsterdam

Mostrar todos os posts com etiqueta |Lifestyle

Vamos lá falar um pouco sobre “fazer compras” ! Quando digo fazer compras, NÃO me refiro às compras pela internet, falo aqui, da forma tradicional de fazer compras, isto é, dirigir-se a uma loja física para comprar algo, com a possibilidade de experimentar as roupas e caso na loja não haja o seu tamanho, a textura que procura, ou a sua côr preferida, seja o que for, você pode simplesmente trocar de loja, deslocando-se assim para a segunda e depois para a terceira, e assim sucessivamente… de loja em loja!

Você gosta de fazer compras ??

Que pergunta né?? Quem não gosta de comprar, principalmente calçado, vestuário, acessórios …? Se você não gosta, deixe AQUI 👇 um comentário porque eu quero dar-te os parabéns hahahaha. Muitas pessoas adoram fazer compras, mas nem todas fazem de forma consciente, e é aí onde eu quero chegar… mas para falar a verdade ninguém nos ensina a fazê-lo (de forma consciente). Eu sou apologista de que deve-se sempre fazer compras de forma consciente, isto é, avaliando com cuidado se a peça que se pretende comprar irá realmente fazer alguma diferença na nossa vida, se não, porquê comprá-la? De uns anos para cá eu decidi que não iria comprar mais coisas, mas confesso que o ano passado, foi o ano que me surpreendi comigo mesma, não comprei nadaaaa, literalmente!! As únicas coisas novas que tive foram prendas que ganhei ao longo do ano e foi aí que eu descobri que afinal das contas, não preciso de mais nada e mais uma mala ou menos dois pares de sapatos não me vão fazer diferença nenhuma!

Quer saber quais são os dois segredos que eu sempre uso para não cair na tentação de comprar por impulso? Aponta aí 😊 Primeiro: não entre numa loja sem objectivo (isto é para complementar o primeiro parágrafo), só para “apreciar” ?? NÃO! Segundo: sempre que quiser comprar algo, se for por exemplo um sapato, pergunte-se, quantos pares de sapatos você tem em casa? lembre-se também dos (sapatos) que você já não usa ou dos que usou muito pouco, muitas vezes, por não usá-los, talvez já nem se lembra que os tem… e eu posso apostar consigo que concerteza a sua resposta vai lhe desmotivar a comprar qualquer coisa que seja, só por comprar. Aposto!!

Bem, a ideia deste post não é de forma nenhuma tentar convencer alguém a parar de ir às compras, como deve concordar comigo, sabe muito bem ir às compras de vez em quando, e desde que realmente precise do que vai comprar, por que não?? Só não se esqueça do meu conselho!! 😉

Sem mais conversa… Vamos ao que me trouxe para aqui!!

Já se foi o tempo que comprar roupa de segunda mão (vintage) era sinônimo de ser maltrapilho. De uns anos para cá, a roupa vintage tem feito muito sucesso e o melhor de tudo, são roupas que dão para se aproveita e tem sempre aquele toque de estilo, diferente e autêntico. Nestes espaços (lojas) é possível voltar ao passado com muito charme e elegância. Esta tendência está a crescer cada vez mais em todo mundo e Amsterdam, claro, não fica de parte!! Das lojas que vou falar agora, algumas delas existem também noutras cidades (Holanda). Eu irei falar das lojas que conheço e que estão precisamente localizadas no centro de Amsterdam. Normalmente a distância é bem curta entre uma e outra dando perfeitamente para se fazer a pé.

Vamos começar 😊

Zipper

É uma das maiores, se não a maior loja de roupa vintage em Amsterdam, a loja é tão grande que uma parte dela está localizada no piso subterrâneo, sendo este piso somente para roupa vintage e a outra parte que está localizada no piso térreo onde se encontra abarrotado de acessório. A loja muda o stock conforme a tendência actual, de acordo com a temporada.

Morada: Huidenstraat 7, 1016 ER Amsterdam

Website: www.zippervintageclothes.com

Kilo Shop

O conceito desta loja é exatamente como o nome diz, kilo shop, as vendas são feitas ao kilo. Basicamente, escolhes as peças, pesas e pagas, simples assim! E dependendo do tipo, ou da qualidade de peça existem etiquetas de cores diferentes.

Morada: Jodenbreestraat 158, 1011 NS Amsterdam, Eesrte van de Helstraat, 11 – Amsterdam

Website: Kilo Shop

Vintage Jungle

Localizada na doce zona chamada jordaan (é a área da cidade de Amsterdam onde antigamente habitavam os judeus). Aqui as vendas são inclinadas somente para dois tipos de vestuário nomeadamente: vestidos e casacos. E um tipo de acessórios nomeadamente: malas vintages.

Morada: Tweede Anjeliersdwarsstraat 15, 1015 NS – Amsterdam

Website: Vintage Jungle

Rumors Vintage & Design

Especializados na roupa de inverno e com excelente qualidade, a rumors está aberta todos os dias do ano.

Morada: Haarlemmerstraat 99, 1013 EM Amsterdam

Website: Rumors Vintage

Time Machine Vintage

Quer vêr roupas de todas a cores e estilos? A time machine é a loja ideal para isso! A coleção é mais voltada aos anos 70s e 80s e aqui pode-se encontrar diversos tipo de peças e para todas as ocasiões desde roupas para festivais até as casuais.

Morada: Nieuw Hoogstraat 5, Amsterdam

Website: Time Machine Vintage

We Are Vintage

Esta loja normalmente vende peças apartir dos anos 1970s até os 2000s. A colecção muda conforme a temporada, e aqui você pode encontrar muita roupa de desporto, roupa mais formal e muita roupa casual também. Ahh e claro, muitos mas muitos acessórios.

Morada: Kinkerstraat 193 – Amsterdam, Eerste van Swindenstraat 43, Amsterdam

Website: We AreVintage

Carnaby Street

Esta loja tem um diferencial, é a combinação de loja de roupa vintage e galeria de arte, imagina só que ideia fantástica! Eu adoro este tipo ideias modernas e funcionais. Na Carnaby Street você pode comprar peças exclusivas e únicas, só para si.

Morada: Albert Cuypstraat 99, 1072 CR Amsterdam (localizado junto ao famoso mercado “Albert Cuyp Market” em Amsterdam).

Webside: www.albertcuyp-market.amsterdam

Se achou que o conteúdo foi útil para si, deixe aqui um comentário!

Beijoka grande 😘

A tradição do mergulho gelado no primeiro dia do ano na Holanda!!

Mostrar todos os posts com etiqueta |Lifestyle

Como é de praxe, no dia 1 de Janeiro, os holandeses vão a praia dar o primeiro mergulho (gelado) do ano, esta prática é chamada de nieuwjaarsduik, digo “gelado”, porque nesta altura as temperaturas estão muito baixas, por volta de 2 graus ou menos e nem por isso os intimida! O objetivo deste ritual é de renovar as energias para o novo ano que acaba de começar.

Este ano, esperava-se entre 52.000 a 60.000 mergulhadores, isso falando no geral de todos os 132 locais de mergulho na Holanda, um dos mais escolhidos pelos fanáticos é a praia de Scheveningen que fica na costa ste do país e Zandvoort, também uma cidade costeira holandesa a oeste de Amsterdam. Segundo as pesquisas feitas pela Unox, empresa esta que organiza este evento todos os anos juntamente com a Fundação de Mergulhos do Ano Novo, em conjunto criam condições para que os participantes após o mergulho tenham algo quente para ingerir de modo que voltem a recoperar rapidamente a temperatura normal do corpo, como: toalhas grossas, sopas, chocolate quente e outras bebidas quentes, e há sempre uma banda escolhida pelo público por lá a tocar.

A Fundação de Mergulhadores disse que “o número de participantes cresce um pouco a cada ano”.

O fundador do primeiro mergulho do ano novo holandês foi o treinador de natação, Van Batenburg, de 87 anos em 1960.

Assista o vídeo!!

Se achou o conteúdo útil para si, deixe um comentário!

Beijokas 😘😘

As casas flutuantes na Holanda

Holanda é um país muito pequeno, faz fronteira com Alemanha e Bélgica. Para ter uma ideia, a distância do Norte (Groningen) ao Sul (Maastricht) é de 300 quilômetros e de Este (Enschede) a Oeste (Den Haag) é de 200 quilômetros. Muito pequeno! Para além disso, uma grande parte do país está abaixo do nível médio das águas do mar.

Bem, não quero aqui falar da geografia dos Países Baixos, muito pelo contrário, o meu objectivo aqui é falar das famosas casas flutuantes, que é, entretanto, o correspondente ao tema deste post!

Vamos começar??

Mas afinal, o que são casas flutuantes? 

Depois da 2a Guerra Mundial,  a demanda por casas era tão grande que para responder as necessidades dos holandeses, criou-se uma solução inovadora que veio com o tempo a tornar-se uma tendência crescente e uma das mais tradicionais formas de vida na Holanda. Naquela altura, as famílias da classe trabalhadora não tinham meios  de pagar a renda, e passaram a morar em barcos velhos que estavam ancorados nos canais ou tinham que ir morar nos barcos que estavam ao pé do cais, e dessa forma, praticamente nada pagavam para lá ficar. Mais tarde, a popularidade das casas flutuantes refletiu o despertar da beleza das águas que estavam esquecidas, como consequência, o valor das casas flutuantes começou a ser elevado.

Os holandeses dizem “Deus criou o mundo, mas nós criamos à Holanda” , Holanda foi um dos pioneiros na recuperação de terra. Durante séculos, os nativos trabalharam arduamente para secar uma parte do mar, rios e lagos, para que se podesse construir novas cidades na Holanda e/ou para expandir cidades já existentes. Não é segredo que os Paises Baixos tem um histórico invejável quando se fala no sistema de diques e controle de água. Por já terem passado por várias situações de inundações resultantes de várias mortes, ninguém melhor, sabe o perigo que a água pode causar se não estiverem devidamente preparados para conter as águas fora do continente.

Existem dois tipos de casas flutuantes, houseboats e floating houses. O primeiro tipo: “Houseboats” são barcos atracados para uso como habitação. Estes foram usados antigamente como barcos de comércio. Ainda se pode encontrar alguns com mais de 100anos nos canais. O segundo tipo: “Floathing Houses” são casas construidas sobre a água e parcialmente submersas.

FLOATHING HOUSES

b9627181-a02b-4c23-8fd4-fc9caebb237e.c10b374a37d-29e3-4e00-a709-6f4240ade433.c10

Existe um mais recente bairro no distrito em Amsterdam chamado IJburg que é composto somente por casas flutuantes parcialmente submersa. Estas casas não só são baratas se compararmos com apartamentos no centro de Amsterdam,  são também são sustentáveis.

HOUSEBOATS

image-462769-860_poster_16x9-csiy-4627691537_image_1

Os houseboats são considerados uma atração, porque são coloridos, alegres e cheios de charme! Hoje em dia existem muitas casas flutuantes para arrendar, de todos os gostos, tipos e tamanhos.  Já pensou passar uma noite num destes barcos e acordar com  o qua qua dos patinhos à janela?  Deve ser uma experiência única!!

Total dos Houseboats por toda Holanda 》 100.000

Em Amsterdam 》 2500

Nos aneis dos canais em Amsterdam 》 750

Não se limite só em passear por Amsterdam para encontrar casas flutuantes para vêr ou arrendar, no norte da Holanda, em Utrecht, Haarlem e em Rotterdam também se pode vêr ou arrendar casas muito giras.

Os barcos mais modernos chegaram nos anos de 1960-1970 e comparando estes com os antigos, estes já não eram assim tão desconfortáveis porque já supriam muitas das necessidades básicas que os antigos não agregavam.

Já pensou, como seria  morar num barco?? Ahh deve ser divertido! Mas claro, tem vantagens e desvantagens! 

HOUSEBOATS ANTIGAMENTE

▪ Eram muito pequenos, sem condições para habitação

▪ Não tinha água canalizada, não tinha sistema de esgoto e não tinha eletricidade

▪ Eram muito escuro e frios por dentro, o barco tinha que produzir a sua própria           eletricidade, no qual queimavam madeira ou óleo.

▪ Não havia sistema de circulação do ar lá dentro, logo, o ar era muito pesado

▪ Era para pessoas com baixo rendimento

HOUSEBOATS HOJE 

▪ É para pessoas com alto rendimento

▪ Tem sistema de aquecimento central

▪ São maiores e mais espaçosos por dentro com divisões normais de uma casa

▪ Tem sistema de circulação do ar

▪ Oferece ótimas condiçoes para habitação

▪ Hoje já se pode vêr houseboats  de luxo com jacuzzi, terraço e tudo que você possa imaginar

126_2160x1440120297507pbs1975b3574d7_z6000985075_660d3dea75_bcanal-barge-houseboat-in-amsterdam-ldk1-via-smallhouseblissrealworks_0d6f60cd2d2a72acb3f14a71e387ef56_1516579200000realworks_b7b4fe5f8946d2d71437e8fa974b48e1_1507766400000

Regras importantes

▪ A cada 4anos o barco tem que ser rebocado às docas para ser inspecionados

▪ Tem que se ter a permissão especial “ligplaatsen” para se poder morar num destes  houseboats, e é muito difícil conseguir porque há muita gente na lista de  espera,  não que seja impossível

Houseboat Museum

Foi construido em 1914 e desde então, até 1960 este barco transportava areia. Logo depois foi convertido para houseboat no qual mantém a aparência antiga até os dias de hoje.

O museu foi criado em 1997 por Vicente Van Loon, localiza-se no barco denominado “Hendrika Maria” que se pode encontrar no coração de Amsterdam – Prinsengracht, próximo a casa de Anne Frank e Leidseplein (locais conhecidos).

É permitido fotografar, e não só, lá existe uma área onde pode deixar as crianças a brincarem enquanto faz a visita pelo museu. O Hendrika Maria tem hospedado pessoas a mais de 20 anos.

Horários: Aberto ás 10:00 -17:00  de Terça-feira a Domingo, no verão aberto todos os dias

Morada: Prinsengracht 296K, 1016HW – AMSTERDAM

Website: www.houseboats.nl

Preços para adultos: € 4.50

Perguntas frequentes

* Como é abastecido com àgua e eletricidade?

* Para onde vai a água usada?

* Não é frio, escuro e húmido à bordo?

Espero que o conteúdo tenha sido útil para si!!

Obrigada a todos que me deram suas sugestões para o presente conteúdo, do mesmo modo, para conteúdos futuros.

😘

As 6 mais surpreendentes Bibliotecas na Holanda

Mostrar todos os posts com etiqueta|Lifestyle

Desta vez,  eu decidi escrever e explicar um pouco a cerca das Bibliotecas que considero as mais surpreendentes  na Holanda, porque a minha última visita  à biblioteca deixou-me extremamente impressionada!!

Já esteve em alguma biblioteca, que à entrada você não consegue dizer nada mais senão…  WOW?! Seja qual for a sua resposta, eu acredito que ainda lhe posso surpreender!!

Veja o que vem a seguir…

 

       | Rotterdam Central Library

 

A biblioteca central de Rotterdam, está situada no distrito de Laurenskwartier, no centro da cidade de Rotterdam. Em 1983 a Biblioteca foi transferida para um dos mais modernos e controversos prédios, em termos de design (na altura), que ainda continua a ser a morada actual.  A Biblioteca possui uma das maiores  colecções de discos da Europa. A distância entre a estação  Blaak (de metro e comboio) é de 2minutos a pé e arredores tem o MarkthalKipstaat e parque de estacionamento.

Designers:  Iris Van Den Broek e Bakema

Transmite a ideia:  do centro de Pompidou em Paris

Horários: aberto Segundas-feiras dás 13:00 horas às 20:00 horas – 3a feiras e 6afeiras dás 10:00 horas às 20:00 horas – aos Sábados dás 10:00 horas às 17:00 horas – aos Domingos dás 13:00 horas às 17:00 horas

Morada: Hoogstraat 110, 3011 PN – Rotterdam

Website: www.bibliotheek.rotterdam.nl

 

StudioDAT_Bibliotheek-Rotterdam_interieur-kopiehal-centralehistorie-centrale-bibliotheek-03-1marieke-odekerken-expo-bibliotheek-024 R1 142

 

       |Rijsksmuseum Research                                     Library

 

O Rijksmuseum Research Library tem a mais extensa biblioteca da história das artes na Holanda, com o objectivo de prover informação documental para dar suporte a missão do Rijksmuseum.  As principais prioridades do Rijksmuseum são história de pinturas, desenhos, gravuras, esculturas e artes decorativas da Europa Ocidental na idade média. Outras prioridades são a história de fotografias, iconografia, miniaturas indianas, pinturas chinesas, estampas e esculturas japonesas.

Horários: aberto de Segunda-feira a Sábados entre ás 10:00 horas às 17:00 horas

Morada: Museumstraat 1, 1071 CN Amsterdam

Website: www.library.rijksmuseum.nl

 

depositphotos_48500809-stock-photo-library-in-rijksmuseum-at-amsterdam16041258487_f3e93c05e0_b6b183b7b1e3b43db22e68f18fbd80ebe8660691126_898365a329_b

            | Spijkenisse Public Library                                 Fundation

 

É conhecida como De Boekenberg   que significa “a montanha de livros”, que com certeza, vale muito a pena escalar. Spijkenisse é uma cidade que fica no sul da Holanda, tem uma área de 30.27km2, no qual 4.12km2 é composto somente por água. Na Boekenberg você pode descobrir muita coisa nova, pode relaxar, lêr um livro, melhorar o seu desenvolvimento pessoal e encontrar pessoas. Durante o ano, são organizados mais de 350 actividades como workshops, exibições, debates e muito muito mais.  Se quiser saber um pouco a cerca da história local de Spijkenisse, este é o lugar ideal.

Horários: aberto de Segunda-feira a 6feira dás 10:00 horas às 17:30 – aos Sábados dás 10:00 horas às 16:00 horas – fica fechado no primeiro Domingo do mês

Morada: Markt 40, 3201 CZ – Spijkenisse

Websites: www.doboekenberg.nl

 

9463058118_3ea405d64c_b14412693337_a7b61502dc_b9463057934_100052f645_b9456569921_a71c7c213d_bbook-mountain-spijkenisse-1[2]

 

             | Tu Delft Library

 

Está localizada na biblioteca (pública) da Universidade de Enginharia e Tecnologia (considerada uma das melhores no mundo),  em Delft (situada no sul da Holanda), é a maior e a mais antiga do país.

Colecções:

> Livros inpressos – mais de 703.000

> E-books – mais de 142.000

> Dissertações – mais de 91.000

> Jornais – quase 50.000 incluindo 19.000 E-jornais

> Base de dados – 215

Horários: aberto de Segunda-feira  a Domingo dás 08:00 horas às 20:00 horas 

Morada: prometheusplein 1, 2628 ZC – Delft

Website: www.tudelft.nl

 

 

JHH_3942-1TijdschriftenBib_8388 (2)21684846303_ddaa59d7f3_btu-delft-library-netherlandsTU Delft_7

 

       | Ets Haim

 

Esta é a mais antiga biblioteca judaica ainda em funcionamento no mundo. Fundada em 1616, serviu como alojamento em complexo histórico a  comunidade de judeus Portugueses em Amsterdam desde 1675. É conhecida desde então como Ets Haim/ Livraria Montezitos. 

Horários:  aberto de Segunda a Quinta-feira entre ás  10:00 horas  às 16:00 horas

Morada: Mr. Visserplein 3, 1011 RD – Amsterdam

Website: www.etshaimmanuscripts.nl

 

Ets_Haim_Libraray_007_Photo_by_Ardon_Bar-Hama-1LR_007_600NF901091_0LR_007_565N034 - afb.02_F901069

Ets_Haim_Libraray_004_Photo_by_Ardon_Bar-Hama-2

 

          | De Bibliotheek Eemland

 

A biblioteca de Eemland é pública, situa-se em Amersfoort, na província de Utrecht (é a quarta maior província da Holanda, localizada no centro do país e com uma população aproximadamente a 345,000 habitantes), tem um acesso de alta qualidade de informação, educação e cultura. A Biblioteca de Eemland, estimula e facilita os diferentes grupos sociais na aprendizagem ao longo da vida, na tomada de decisões e no desenvolvimento cultural. Toda gente pode ter acesso a informação que lá se encontra.

Horários: aberto de Segunda a Sexta-feira dás 09:00 horas às 21:00 horas –  aos Sábados dás 09:00 horas às 17:00 horas – aos Domingos dás 13:00 horas às 17:00 horas

Morada: Eeimplein 71, 3012 EA Amrsfoort

Website: www.bibliotheekeemland.nl

 

160913-CDN_3956-small14125532746_1f01fdca6a_bEemhuis, Amersfoort, Neutelings Riedijk architectenimg_3266-1.jpgVWF5650

 

Espero que o conteúdo tenha sido útil para si.

😚