Lifestyle

Mostrar todos os posts com etiqueta  | Lifestyle

20180513_222154_0001431887542.png



O Dia das Mães

O Mundo todo celebra esta data uma vez por ano para homenagear as mães e a maternidade, dependendo do País a data pode ser diferente. Neste dia nos sentimos quase que obrigados a ligar ou a fazer uma visita (só para não fugir a regra) a mulher que chamamos de mãe, não interessa se é madrasta, avó, tia, mãe adotiva ou mãe biológica, o importante é o sentimento que se tem por elas. Elas são super-heroínas porque cuidam, protegem e lutam por nós se for necessário.

Este conceito (o dia das mães) passou a ser mais comercial e menos sentimental. Na véspera desta data é muito frequente as lojas estarem cheias de prendas (sugestões) para o dia das mães e é frequente também as pessoas preocuparem-se em comprar prendas (às vezes de alto valor monetário) para mostrar o quão importante a mãe é, alimentanto assim a ideia de que uma vez por ano uma prenda, um beijo e talvez um abraço é o suficiente para mostrarmos o amor que sentimos. Não tenho nada contra isso (oferecer prendas no dia das mães), mas acho que não se pode só dar prendas a mãe nesta data porque o dia das mães é todos os dias.

Devido ao alto índice de envelhecimento na Europa em geral e em particular na Holanda, mais de 200.000 idosos recebem visitas dos filhos (família) no máximo uma vez por mês e por vezes nem se quer uma vez por mês… é muito triste!! Bem, deixa me explicar melhor… Cá na Holanda existem muitas casa para idosos e dependendo da idade e da condição financeira dos mesmos, eles podem escolher onde querem ficar. Falar de asilo é antiquado porque hoje em dia já existem residenciais, condomínios e vilas especialmente projectadas para os idosos com supermercado, restaurante, café, cinema, salão de jogos, salão de cabelereiro, parque, jardins enormes e muito mais.

Tudo isso para dizer que as nossas mães são muito especiais para nós, por isso, vá visitar a sua mãe com mais frequência e não precisa levar uma prenda porque não é isso que ela quer, ela quer mesmo é um pouco de atenção, um carinho, um abraço, um beijo, quer ouvir que você a ama, só isso já basta para ela se sentir feliz. Se você não tiver alguém para chamar de mãe, olhe ao seu redor porque há muitas pessoas que precisam de um pouco de amor e atenção.

Para concluir este texto do dia das mães quero dizer que as mães holandesas também são umas verdadeiras super-heroínas porque elas tem o poder de cuidar de tudo em casa, da família, da casa, das crianças, da comida, das roupas, dos trabalhos de casa das crianças, leva as crianças à  escola de bicicleta todos os dias faça chuva ou sol e ainda tem um trabalho. Aqui nos Países Baixos ter um cozinheiro, um jardineiro e uma babá à sua disposição 7horas por dia e de segunda á sexta-feira é super caro. Geralmente para este tipo de serviço contrata-se por hora (por exemplo: para fazer um trabalho específico ás segundas e quartas-feiras durante 3horas).

Bem, já agora aproveito para agradecer a minha mãe, por primeramente ser minha mãe, pelo amor, pelo carinho e pelos conselhos sempre… ahhh… e também por ser uma das minha leitoras fiéis ♡ AMO-TE MAE ♡

As mães holandesas 

iamsterdam_1766_01116564895.jpg

Uma Beijoka grande ♡